Câmara Municipal de Primavera do Leste - MT. (Imagem: Reprodução/internet)

Vereadores aprovam aumento de salário para agentes administrativos e conselheiros tutelares de Primavera do Leste.

Durante Sessão Ordinária, realizada na Câmara Municipal de Primavera do Leste na segunda-feira (08), os vereadores aprovaram, por unanimidade, os Projetos de Lei Nº 903 e 904/2018, de autoria do Executivo Municipal, que estabelece nova tabela de remuneração para os agentes administrativos e conselheiros tutelares do município.

A matéria atende reivindicação de 90 agentes administrativos e 05 conselheiros tutelares, sendo que após o prefeito Leonardo Bortolin (MDB) sancionar as novas normativas, os agentes administrativos passarão a ganhar R$ 416,16 a mais no salário e para os conselheiros o aumento será de R$384,19.


Durante a sessão o vereador Manoel Mazzutti disse que esses Projetos de Lei são frutos do trabalho dos vereadores, de toda a Casa, em especial dos companheiros Carlinhos e Kinha, que foram os que mais bateram no gabinete do prefeito. “Acredito que quando muitos vão aos grupos de Whatsapp, ás vezes não entendem e não sabem das vezes que nós batemos na porta do prefeito solicitando e informando sobre as demandas. Isso tudo é demorado, porque não se pode fazer as coisas da noite para o dia, pois tem que organizar folha de pagamento e, inclusive, respeitar o limite prudencial. Essa é uma conquista de cada vereador. Obrigado por poder começar, passo a passo, a mudar a realidade de Primavera do Leste, iniciando pelas pessoas que trabalham nos órgãos públicos.”

Ainda durante sessão o vereador Antonio Marcos, conhecido popularmente como Peru, enalteceu os projetos e fez uma defesa a Legislatura anterior, que segundo ele [Peru], não tinha liberdade para tratar de assuntos importantes como esses. “A parceria dessa Legislatura com o Executivo, só é possível, porque sabemos ouvir. Temos outras demandas e outras classes que precisam de valorização salarial.” 

O vereador Paulo Márcio parabenizo o prefeito pela iniciativa e disse que são vários cargos do setor público que estão com o salário defasado. “Sabemos que não há possibilidade de dar aumento significativos a todos. Como servidor fico feliz com essa reorganização. Cobrei do prefeito e tenho lutado pelas classes das secretárias, borracheiros, mecânicos e outros.”


Wellis Marcos, conhecido popularmente como Kinha Juriti, parabenizou os vereadores porque todos foram persistentes para que chegassem a Casa esses projetos. “Gostaria de ressaltar que esse tipo de projeto é de competência do Poder Executivo, nós, vereadores, não temos autonomia para elaborar matérias como essas. Vesti a camisa dos conselheiros tutelares, pois em Primavera é um dos menores salários. Parabenizo o prefeito por ter ouvido os vereadores e peço o voto de cada um de vocês para aprovarmos e dar a devida valorização salarial para essas classes.”

A vereadora Carmen Betti, durante sessão, disse que não poderia deixar de se manifestar sobre os projetos. “Sempre mencionei que todo prefeito deveria ser vereador. Quero pontuar que o prefeito Léo passou com a gente todas essas dificuldades e demandas, que são reivindicações antigas. Não obtivemos êxito na gestão do Érico e essa é uma conquista para as classes e para nós, representantes do povo, que buscamos melhorias aos servidores e município.”

A vereadora Edna Mahnic disse que seu voto seria favorável. “Os funcionários efetivos são pessoas que merecem. Quero parabenizar o prefeito e as classes. Nós precisamos também trabalhar pela criação de mais um grupo de conselheiros tutelares, pois uma equipe é pequena para atuar no município.”


Já o vereador Luis Costa disse que fica feliz em votar em projetos que valoriza os servidores. “Fui muito questionando sobre ser contrário a esse aumento. Como serei contrário? Conheço a realidade desses servidores. Sou favorável e desejo que o Executivo continue a dar essa atenção a outras categorias. Quero que os servidores sejam valorizados.”

No dia 17 de setembro de 2018, os vereadores de Primavera do Leste, também por unanimidade, aprovaram a nova tabela de remuneração para os professores do município, passando a atender o piso nacional estabelecido para a categoria.